4-0-3
 
 
Página Inicial  

Pesquisar pelo Site:

Oriente-se
Empresas
Imóveis
Turismo
 
 



 

Indicador de Incerteza da Economia subiu 1,8 pontos, mostra FGV


Dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV) mostram que o Indicador de Incerteza da Economia (IIE-Br) subiu 1,8 pontos entre outubro e novembro deste ano, ao passar de 111 pontos para 112,8 pontos.

Na avaliação da FGV, a alta pode ser interpretada como um movimento de acomodação após o indicador ter recuado 31,5 pontos ao longo dos cinco meses anteriores. Mas, se por um lado “parece que a tempestade passou”, por outro, “a bonança está longe de chegar”.

Para o economista Pedro Costa Ferreira “o fim da recessão econômica , a confiança de que o atual presidente terminará o seu mandato trazem algum alívio ao sentimento de insegurança”.

Ele chama a atenção, para o fato de que “as dificuldades para aprovar as reformas estruturantes, o desequilíbrio fiscal e as divisões político-partidárias mostram que ainda é cedo para sair do estado de alerta. Estes fatos refletem no resultado do Indicador de Incerteza da Economia, em novembro”.

Influências

O Indicador de Incerteza da Economia Brasil revela que a alta do IIE-Br em novembro foi determinada pela mídia e mercado, uma vez que o IIE-Br Expectativa fechou o mês em queda.

Enquanto o IIE-Br mídia registrou elevação de 1,8 ponto no mês, contribuindo com 1,5 ponto para o comportamento do índice geral; e o IIE-Br mercado avançou 3,1 pontos com contribuição de 0,4 ponto; o IIE-Br Expectativa recuou 0,4 ponto, contribuindo com -0,1 ponto para a queda, sendo o único componente com esse comportamento no mês de novembro.

Nielmar de Oliveira
da Agência Brasil

29.11.17 18:48

Outras Notícias:  
17.02.18 13:21 Em pronunciamento, Temer diz que intervenção ...
16.02.18 16:43 Serviços fecham 2017 com queda de 2,8%, segundo IBGE
16.02.18 16:38 Temer nomeia general Braga Netto interventor ...
15.02.18 16:30 Com expectativa de inflação em 4,2%, cortes n...
14.02.18 17:58 Mercado financeiro reduz projeção de inflação...
10.02.18 17:28 Inadimplência do consumidor abre o ano com alta de 2,10%
10.02.18 17:25 Comércio varejista fecha 2017 com alta de 2% ...
08.02.18 18:15 Juros ao consumidor continuam extremamente el...
08.02.18 18:04 Inflação oficial é a mais baixa para janeiro ...
08.02.18 18:00 Fiesp diz que é preciso atacar taxa de juros ...
 
Anterior [1/1062] Próximo
Copyright © Vida Econômica - É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Power by Sistema agencianaweb.com.br