4-0-3
 
 
Página Inicial  

Pesquisar pelo Site:

Oriente-se
Empresas
Imóveis
Turismo
 
 



 

Sistema de consórcios inicia 2018 em alta

Média diária de vendas de cotas em janeiro atingiu 8,3 mil em 22 dias úteis


Ao lembrar que viveremos um ano de eleições e com paralisações por ocasião da copa do mundo de futebol, o presidente executivo da Abac, Paulo Roberto Rossi diz que "a sequência da recuperação e a volta do maior poder aquisitivo da população sinalizam boas perspectivas para o Sistema de Consórcios

“Há poucas semanas, a entidade lançou a cartilha chamada "Na Corda bamba - como a educação financeira pode melhorar sua vida”, dedicada àqueles que desejam melhorar a relação receita versus despesas, com conceitos focados na Educação Financeira, na qual o consórcio se insere", salienta.

O Sistema de Consórcios iniciou 2018 registrando crescimento. Entre janeiro deste ano e o do ano passado, o avanço foi de 3,4% nas vendas de novas cotas com 182 mil (jan-2018) versus 176 mil (jan-2017) e a média diária das adesões foi de 8,3 mil no período de 22 dias úteis. No volume de créditos comercializados houve alta de 8,3%, evoluindo de R$ 6,47 bilhões (jan-2017) para R$ 7,01 bilhões (jan-2018).


O tíquete médio do primeiro mês do ano chegou a R$ 38,5 mil, 4,6% a mais que os R$ 36,8 mil do mesmo mês no ano passado. Um aumento que retrata, além do maior número de cotas vendidas, o interesse do consorciado por bens ou serviços de valores maiores.


O total de participantes ativos no mês apresentou ligeira retração de 1,4% de 6,98 milhões de consorciados em janeiro de 2017 em relação aos 6,88 milhões no mesmo período de 2018.


A soma das contemplações anotou p/equena redução de 2,4%, retraindo-se de 104,2 mil (jan-2017) para 101,7 mil (jan-2018). A participação dos créditos concedidos pelas contemplações na economia apontou aumento de 1%, totalizando R$ 3,48 bilhões (jan-2018) contra R$ 3,45 bilhões (jan-2017) alcançados anteriormente, mostrando o quanto a modalidade é importante para os elos da cadeia produtiva como comércio, indústria e prestação de serviços.


As perspectivas seguem otimistas

"Ao considerarmos, por exemplo, que o Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI), calculado pela FGV, variou 0,50% em janeiro e acumulou alta de 2,02% nos últimos 12 meses, mostrando uma inflação baixa e controlada, bem como os indicadores do IEDI de confiança do empresário industrial que se encontram em níveis superiores ao vigente em 2017, devemos manter o otimismo na retomada econômica por conta da evolução dos negócios, com cenário menos adverso como o vivenciado em anos anteriores", destaca Paulo Roberto Rossi, presidente executivo da ABAC Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios.

Ao lembrar que viveremos um ano de eleições e com paralisações por ocasião da copa do mundo de futebol, Rossi diz que "a sequência da recuperação e a volta do maior poder aquisitivo da população sinalizam boas perspectivas para o Sistema de Consórcios, com a expansão dos negócios consorciais já demonstrada no primeiro mês do ano e apoiada no crescente conhecimento do consumidor a respeito das características básicas sobre gestão das finanças pessoais. Aliás, há poucas semanas, a entidade lançou a cartilha chamada "Na Corda bamba - como a educação financeira pode melhorar sua vida”, dedicada àqueles que desejam melhorar a relação receita versus despesas, com conceitos focados na Educação Financeira, na qual o consórcio se insere", finaliza.

13.04.18 19:17

Outras Notícias:  
13.12.18 17:47 Governo libera 100% de capital estrangeiro na...
13.12.18 17:43 CNI/Ibope: para 75% dos brasileiros, Bolsonar...
12.12.18 20:56 Copom mantém Selic em 6,5% ao ano pela sexta vez seguida
12.12.18 10:08 Inadimplência do consumidor cresce 6,03% em novembro
12.12.18 10:00 Moro: Congresso e Executivo não foram audacio...
10.12.18 19:26 Em diplomação, Bolsonaro pede confiança daque...
10.12.18 11:03 Mercado reduz estimativa de inflação pela sétima vez
10.12.18 10:58 Copom realiza última reunião do ano, com expe...
10.12.18 10:53 Ex-secretário de Alckmin será o ministro do Meio Ambiente
08.12.18 20:42 “Ninguém recebe ou dá dinheiro sujo com chequ...
 
Anterior [1/1114] Próximo
Copyright © Vida Econômica - É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Power by Sistema agencianaweb.com.br