4-0-3
 
 
Página Inicial  

Pesquisar pelo Site:

Oriente-se
Empresas
Imóveis
Turismo
 
 



 

Pesquisa mostra aumento do interesse dos brasileiros em fazer turismo

Jorge Wamburg
da Agência Brasil

Os brasileiros querem viajar mais e que essa intenção cresceu 14,5% no ano passado em relação a 2010, o que é explicado pela melhoria da situação econômica das famílias e das facilidades que encontram para fazer turismo. A conclusão é de uma pesquisa da Fundação Getulio Vargas (FGV) e foi considerada pelo ministro Gastão Vieira uma prova de que o turismo teve em 2011 o seu melhor ano. O ministro do Turismo participou hoje do programa Bom Dia Ministro, produzido pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República em parceria com a EBC Serviços.

“Isso se deve aos números positivos da economia brasileira. Além do nível de renda muito melhorado, tivemos a incorporação de quase 60 milhões de pessoas - que estamos chamando de a nova classe média brasileira - que, agora, estão consumindo turismo. A pesquisa demonstra que a cada três famílias, uma demonstra o desejo de viajar e quase 50% das pessoas que viajaram desejam repetir a viagem dentro do mesmo ano”, disse o ministro”.

A pesquisa Sondagem de Intenção de Viagem do Consumidor, realizada mensalmente pela FGV a pedido do Ministério do Turismo, consulta 2 mil famílias nas sete principais regiões metropolitanas brasileiras (São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Distrito Federal, Salvador e Recife) sobre o desejo de fazer pelo menos uma viagem nos seis meses subsequentes à pesquisa.

A série histórica do ano revelou que 34% das famílias entrevistadas desejou fazer turismo no ano passado. Em 2010, esse índice era 29,7%. A média de 2011 do indicador foi a mais alta desde o início da série histórica, em 2008. O grau de incerteza também caiu. Os turistas indecisos passaram de 7,6%, em 2010, para 4,1% em 2011. Além disso, o percentual de respostas negativas vem diminuindo desde 2009. Em 2011, 61,8% responderam que não viajariam nos seis meses subsequentes à pesquisa, enquanto em 2009 esse número chegava a 66,3%.

Ainda de acordo com a pesquisa, a viagem aérea, que em 2008 fazia parte do roteiro de 44,4% das famílias entrevistadas, agora é a maneira preferida de iniciar ou encerrar o roteiro para mais de 60% desse grupo. A pesquisa revelou também que o número de interessados em viajar de automóvel e de ônibus diminuiu: em 2011, 23,7% das famílias pretendiam viajar de carro, diferentemente de 2008, quando o índice era 36,1%. A intenção de embarcar nos coletivos caiu de 13,7% em 2009 para 9,4% em 2011.

Outro dado obtido pelos pesquisadores da FGV é que a Região Nordeste continua sendo a mais procurada pelos turistas do país. Em 2011, 49,1% das famílias brasileiras que desejavam viajar tinham um dos nove estados nordestinos como destino de férias. Hotéis e pousadas foram citados por 55% dos participantes da pesquisa como o meio de hospedagem preferido.

12.01.12 14:52

Outras Notícias:  
17.11.17 17:33 Economia deve continuar crescendo, ainda que ...
17.11.17 17:30 No Brasil, falta trabalho adequado para 26,8 ...
17.11.17 17:28 Pretos ou pardos são 63,7% dos desocupados no país
17.11.17 17:25 Banco Central alerta sobre riscos do uso das moedas virtuais
16.11.17 10:39 Inflação pelo Índice Geral de Preços cai de 0,49% para 0,24%
16.11.17 10:37 Cartão de loja é o tipo de crédito que mais l...
14.11.17 15:37 Vendas do comércio crescem 0,5%, diz pesquisa do IBGE
13.11.17 20:38 Para onde vai o 13º salário
13.11.17 11:12 Mercado eleva para 3,09% projeção da inflação este ano
13.11.17 11:08 Reforma trabalhista amplia horizontes para qu...
 
Anterior [1/1049] Próximo
Copyright © Vida Econômica - É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Power by Sistema agencianaweb.com.br