4-0-3
 
 
Página Inicial  

Pesquisar pelo Site:

Oriente-se
Empresas
Imóveis
Turismo
 
 



 

Caixa sobe juros de financiamentos habitacionais pela segunda vez no ano


Com o reajuste, os juros de financiamentos habitacionais sobem de 9,15% para 9,45%. De acordo com a Caixa, os juros e as condições para financiamentos com recursos do Programa Minha Casa, Minha Vida e do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) não sofreram alteração.

Mariana Branco
da Agência Brasil

A Caixa Econômica Federal voltou a elevar os juros de financiamentos habitacionais contratados com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos (SBPE), no âmbito do Sistema Financeiro de Habitação (SFH). Os juros anuais para operações na modalidade subiram 0,3 ponto percentual. O SFH financia imóveis até R$ 750 mil.

Com o reajuste, os juros sobem de 9,15% para 9,45% ao ano para quem não tem conta na Caixa. Para os correntistas, as taxas sobem de 9% para 9,3% ao ano. No caso de correntistas que recebem o salário pelo banco, servidores que também são correntistas e servidores que recebem salário pela Caixa, os juros passam de 8,7% para 9%. Segundo o banco, as taxas valem para operações contratadas desde segunda-feira (13).

Outra alteração foi o percentual máximo financiado, que caiu de 90% para 80% do valor do imóvel. Em nota, a Caixa disse que, mesmo com o ajuste, continuará oferecendo as melhores taxas do mercado. Segundo a instituição, a nova elevação reflete a alta das taxas básicas de juros.

Em sua última reunião, em março, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central elevou a Selic, taxa básica de juros da economia, em 0,5 ponto percentual. Atualmente, a Selic está em 12,75% ao ano.

É a segunda vez este ano que a Caixa sobe os juros da habitação. Em janeiro, o banco anunciou o aumento das taxas do crédito habitacional também em função das elevações na Selic. O Banco Central retomou o ciclo de altas da taxa básica em outubro do ano passado.

De acordo com a Caixa, os juros e as condições para financiamentos com recursos do Programa Minha Casa, Minha Vida e do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) não sofreram alteração.

17.04.15 10:25

Outras Notícias:  
23.01.19 23:50 Confiança do comércio alcança a maior alta em cinco anos
23.01.19 23:43 Em Davos, Guedes compromete-se a zerar défici...
23.01.19 23:36 Brasil não vai participar de intervenção na V...
22.01.19 15:58 Bolsonaro quer o Brasil como exemplo para o mundo
22.01.19 12:31 Mourão diz que caso Flávio Bolsonaro preocupa...
21.01.19 12:59 Motoristas podem ter desconto de até 30% no valor do IPVA
21.01.19 12:24 Mourão se diz honrado em assumir exercício da...
21.01.19 12:21 Mercado prevê inflação de 4,01% e alta de 2,5...
21.01.19 12:15 Bolsonaro é destaque em reunião dos 100 maior...
18.01.19 20:19 Brasil é 5º país em ranking de uso diário de ...
 
Anterior [1/1119] Próximo
Copyright © Vida Econômica - É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Power by Sistema agencianaweb.com.br