4-0-3
 
 
Página Inicial  

Pesquisar pelo Site:

Oriente-se
Empresas
Imóveis
Turismo
 
 



 

Reclamações sobre cartão de crédito lideram ranking do Banco Central



Kelly Oliveira
da Agência Brasil

A principal reclamação de clientes de bancos registrada no Banco Central (BC), em novembro, foi a ausência ou contratação inadequada de cartão de crédito consignado, modalidade que permite o desconto do pagamento mínimo da fatura diretamente na folha de pagamento dos clientes. Foram registradas 570 queixas consideradas procedentes pelo banco.

Em segundo lugar no ranking do BC, estão as Irregularidades relativas à integridade, confiabilidade, segurança, sigilo ou legitimidade das operações e serviços relacionados a cartões de crédito, com 459 casos. Em terceiro lugar ficou a cobrança irregular de tarifa por serviços não contratados (292).

No total, o BC recebeu, em novembro, 4.029 reclamações, quase o dobro registrado em igual mês de 2014 (2.160). Em outubro deste ano, foram 3.987 queixas.

O BC considera como reclamação procedente quando há indício de descumprimento por parte da instituição financeira, de lei ou regulamentação cuja competência de supervisão seja do Banco Central.

15.12.15 16:19

Outras Notícias:  
17.11.17 17:33 Economia deve continuar crescendo, ainda que ...
17.11.17 17:30 No Brasil, falta trabalho adequado para 26,8 ...
17.11.17 17:28 Pretos ou pardos são 63,7% dos desocupados no país
17.11.17 17:25 Banco Central alerta sobre riscos do uso das moedas virtuais
16.11.17 10:39 Inflação pelo Índice Geral de Preços cai de 0,49% para 0,24%
16.11.17 10:37 Cartão de loja é o tipo de crédito que mais l...
14.11.17 15:37 Vendas do comércio crescem 0,5%, diz pesquisa do IBGE
13.11.17 20:38 Para onde vai o 13º salário
13.11.17 11:12 Mercado eleva para 3,09% projeção da inflação este ano
13.11.17 11:08 Reforma trabalhista amplia horizontes para qu...
 
Anterior [1/1049] Próximo
Copyright © Vida Econômica - É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Power by Sistema agencianaweb.com.br